Como se destacar em relação à concorrência

Ao abrir o seu próprio negócio, é de suma importância pesquisar e analisar os seus concorrentes. Esta análise é muito vantajosa, pois você pode entender mais sobre o seu futuro negócio, observar ações que podem ser feitas e até mesmo práticas que não devem acontecer dentro do seu empreendimento.

Além disso, a  concorrência pode ser usado a seu favor. Com ela é possível, também, ver as forças e algumas fragilidades do ramo.

Concorrência

Tipos de concorrência

É possível identificar tipos diferentes de concorrência. São elas:

Concorrência direta:

Este tipo ocorre quando o negócio oferece os mesmos produtos e atua exatamente na mesma área, com o objetivo de alcançar o mesmo nicho de mercado.

Concorrência indireta:

Nesta concorrência o produto é similar, pode ou não atuar no mesmo ramo, porém o objetivo é alcançar o mesmo consumidor final.

Estratégias para estudar os concorrentes

Explorando a concorrência, o empreendedor ganha conhecimentos que ajudam na visibilidade do negócio e do produto oferecido. Algumas ferramentas são ótimas para auxiliar nesse trabalho.

Pesquisa secundária:

É o uso de dados que já foram coletados, na maioria das vezes, na internet, e poderão ser úteis para resolver o seu problema. Pode trazer informações gerais do mercado e mostrar tendências de consumo. Faz parte de uma das etapas de uma pesquisa de mercado.

Curva de valor:

Consiste em um gráfico de linhas feito com atributos de valor para seus concorrentes e até mesmo para o seu negócio. Assim, a comparação fica clara e a identificação de pontos úteis para a sua atuação, mais simples de ser feita. Nesse momento torna-se visível onde diferenciar-se do seu concorrente e, também, estabelecer estratégias. A análise é geral e muito visual.

Curva de Valor

Matriz SWOT:

Esta ferramenta é utilizada para explorar o ambiente e ajudar no planejamento estratégico da empresa. O termo SWOT é uma sigla em inglês, e é a união das iniciais das palavras: Forças (Strengths), Fraquezas (Weaknesses), Oportunidades (Opportunities) e Ameaças (Threats). As forças e fraquezas são retiradas do ambiente interno, já as oportunidades e ameaças, do ambiente externo. O cruzamento desses dados é essencial para o conhecimento sobre sua empresa e tudo o que gira em torno dela. Assim, é possível saber como melhorar e quais investimentos devem ser feitos.

SWOT

Após todas essas análises, é possível realizar algumas conclusões. Mas é sempre bom lembrar que o melhor preço, um ótimo atendimento ao cliente e um plano de marketing bem feito podem tornar a sua empresa conhecida e, assim, atrair muitos clientes.

Texto escrito por Ana Luiza Baragli, Gerente de Gente e Estratégia da PUC Consultoria Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *